Turismo no Norte em “forte desaceleração” no segundo trimestre de 2018

Please follow and like us:

Os indicadores de atividade hoteleira da região Norte registaram uma “forte desaceleração do crescimento no 2.º trimestre de 2018”, com o número de dormidas a registar, segundo o relatório Norte Conjuntura, um crescimento de “2,5% em termos homólogos, contra 12,3% no trimestre anterior”.

Segundo o documento elaborado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), e a que a Agência Lusa teve acesso esta quinta-feira, no caso das dormidas, a análise revela ainda uma desaceleração do crescimento quando comparados os meses de abril, maio e junho que registaram percentagens -2,7%, 7,3% e 2,7% respetivamente.

Também o número de hóspedes está em desaceleração: “cresceu 2,4%, o que compara com 9,6% no trimestre anterior”. No mês de abril este crescimento foi de -2,1%, em maio de 7,1% e em junho caiu para os 2,1%.

Segundo este documento, os hóspedes residentes no estrangeiro foram responsáveis por 61,4% das dormidas, uma percentagem ligeiramente superior à observada no período homólogo do ano passado (60,4%). Já “os proveitos de aposento e os proveitos totais dos estabelecimentos hoteleiros do Norte continuaram a observar, em termos homólogos, crescimentos bastante mais acentuados do que as dormidas ou os hóspedes”.

You May Also Like

Please wait...

Subscribe to our newsletter

Want to be notified when our article is published? Enter your email address and name below to be the first to know.