Turismo no Norte em “forte desaceleração” no segundo trimestre de 2018

Please follow and like us:

Os indicadores de atividade hoteleira da região Norte registaram uma “forte desaceleração do crescimento no 2.º trimestre de 2018”, com o número de dormidas a registar, segundo o relatório Norte Conjuntura, um crescimento de “2,5% em termos homólogos, contra 12,3% no trimestre anterior”.

Segundo o documento elaborado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), e a que a Agência Lusa teve acesso esta quinta-feira, no caso das dormidas, a análise revela ainda uma desaceleração do crescimento quando comparados os meses de abril, maio e junho que registaram percentagens -2,7%, 7,3% e 2,7% respetivamente.

Também o número de hóspedes está em desaceleração: “cresceu 2,4%, o que compara com 9,6% no trimestre anterior”. No mês de abril este crescimento foi de -2,1%, em maio de 7,1% e em junho caiu para os 2,1%.

Segundo este documento, os hóspedes residentes no estrangeiro foram responsáveis por 61,4% das dormidas, uma percentagem ligeiramente superior à observada no período homólogo do ano passado (60,4%). Já “os proveitos de aposento e os proveitos totais dos estabelecimentos hoteleiros do Norte continuaram a observar, em termos homólogos, crescimentos bastante mais acentuados do que as dormidas ou os hóspedes”.

You May Also Like