Passeio de barco em Setúbal com Troia Cruze: Rota Fenícia

Please follow and like us:
Setúbal é uma região encantadora por si só, mas quando a vemos através de um passeio de barco histórico, nos transportamos no tempo para uma época bem antes da civilização portuguesa. A TroiaCruze possui diversos roteiros na região do estuário do Sado, em Setúbal, mas a rota fenícia, um passeio de barco com duração de quatro horas e meia, é uma opção incrível para quem gosta de aliar turismo e cultura. Os fenícios destacaram-se não só pela habilidade em navegar, mas também pelas viagens expansionistas e comerciais. A ocupação de Setúbal por este povo data da Era do Ferro, século VII a.C, principalmente em Abul, localizado entre Setúbal e Alcácer do Sal, com boas condições de controlo do movimento marítimo e próximo de povoações indígenas com as quais os fenícios comerciavam. Além de toda a história e as belezas naturais, quem escolher fazer a rota fenícia poderá ver golfinhos roazes, cormorão ou corvo-marinho, garças brancas, garças cinzentas, pilritos de peito preto, garrentos, pernilongo, cegonhas brancas, alfaiates e glamingos. Para os amantes da observação de pássaros, há informações técnicas disponíveis a bordo.

Alguns pontos da Rota Fenícia:

Castelo de Palmela (séc. VIII)

À 240 metros acima do mar, o Castelo de Palmela é uma construção do século XII e está situado entre os estuários do rio Tejo e próximo à foz do rio Sado. Faz parte da chamada Costa Azul, no Parque Natural da Arrábida e do alto da sua torre de menagem, em dias claros a vista se descortina até Lisboa.

Fortaleza de S. Filipe (XVI)

O Castelo de São Filipe, também conhecido como Forte de São Filipe e Fortaleza de São Filipe, é classificada como Monumento Nacional desde 1933. O Forte de São Filipe fica bem acima de Setúbal e é um dos marcos mais notáveis ​​da região. O castelo de Setúbal foi cuidadosamente restaurado e hoje é um belo monumento nacional.

Forte de Albarquel (XVII)

O Forte de Albarquel fez parte da linha defensiva do trecho do litoral conhecido como COsta Azul. Construído no século XVII, tinha como objectivo reforçar o poder de fogo do vizinho Forte de São Filipe de Setúbal.

Ruínas Romanas (I a VI)

As ruínas romanas de Tróia são um sítio arqueológico localizado à margem esquerda do rio Sado. Acredita-se que existiu um agregado populacional dedicado à pesca e ao fabrico e exportação de conservas de peixe (garum), ativo desde o século I até o século VI. É possível ver as muitas oficinas de salga de peixe e as ruínas abrangem ainda um núcleo habitacional com casas de rés-do-chão e primeiro andar, as “Casas da Princesa”; várias necrópoles; um columbário; termas; uma roda de água (rota aquaria) e os restos de uma basílica paleocristã.

Praia da Califórnia

A Praia da California fica na nascente da Baía de Sesimbra e, normalmente, tem o mar bem calmo. Entre maio e outubro realiza-se a Arte Xávega, pesca tradicional de cerco, feita num contexto turístico-cultural, ao abrigo de um protocolo entre a Câmara Municipal de Sesimbra, o Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade – Parque Natural da Arrábida e os proprietários das embarcações. Após o passeio de barco, o retorno para Setúbal se dá navegando e recriando o antigo conhecimento náutico.
ver golfinhos no rio Sado Setúbal-passeio de barco
A Troiacruze foi a primeira empresa privada portuguesa que se dedicou à conservação do nosso património marítimo. A empresa foi criada em 1989 e é sócia fundadora da APPM (Associação Portuguesa do Património Marítimo), que por sua vez está filiada na EMH (European Maritime Heritage Association – www.european-maritime-heritage.org). Os nossos cruzeiros têm habitualmente de 3 a 5 horas e buffet incluído, mas ambas as opções podem ser ajustadas às necessidades dos clientes. Também fazemos cruzeiros mais radicais como por exemplo “O Nascer do Sol”, o “Sado ao Luar” e “Yoga no Mar”. Contacte-nos para reservar o seu passeio de grupo ou com familia.

You May Also Like

Please wait...

Subscribe to our newsletter

Want to be notified when our article is published? Enter your email address and name below to be the first to know.